mundo-moderno

Estranho mundo de bilhões. 
Bilhões de acessos...
Bilhões de excessos...
Bilhões de processos...
Bilhões de pessoas atônitas e confusas!
Estranho mundo de bilhões.
Bilhões de cifrões...
Bilhões de confusões...
Bilhões de cartões...
Que, como balões,
Vão ao céu e sucumbem!


Ana D’Ávila
Porto Alegre, RS
Fonte: O Mundo Jovem – Novembro de 2014

(Colaboração: Ir Judith de Jesus)


  • visitas 395