Santo Hilário

Santo HilárioSanto Hilário deixou a filosofia e a família para abraçar o Evangelho e tornar-se bispo. Já tinha 30 anos quando foi batizado. Além disso, contava com uma vida doméstica estável, com mulher e filhos, quando foi chamado a comandar a diocese. Mas considerou tudo como interferência de Deus e aceitou a nova vida com alegria.

Hilário nasceu no século IV, na França, de família rica e pagã. Durante anos buscou na filosofia as respostas para seus questionamentos em busca da Verdade. Mas só as encontrou no Evangelho e então se converteu.

A partir daí passou a levar uma vida familiar guiada pelos preceitos cristãos e na defesa da posição da Igreja, pois a época era cheia de pequenas cisões internas, provocadas principalmente pela chamada heresia ariana.

Foi justamente pela vida exemplar que levava, assim como pelos conhecimentos intelectuais e espirituais, que povo e clero o elegeram bispo, convidando-o para o cargo.

Era uma decisão difícil, pois um bispo alçado da sua condição tinha que, obrigatoriamente abandonar a família para abraçar o clero. Mas não vacilou e aceitou a incumbência e os desafios que ela lhe trazia.

Embate após embate, polêmica após polêmica com os arianos, sua defesa da Fé foi-se tornando conhecida e o respeito por sua atuação foi cada vez maior.

Essa atuação lhe trouxe também o enfrentamento com o imperadores e o desterro. Foi mandado para o Oriente, mas não sentiu-se derrotado, aproveitou para estudar e conhecer as comunidades cristãs mais antigas e os ensinamentos dos maiores sábios da Igreja, o que só fortaleceu sua missão.

Corajoso, no exílio escreveu livros contra os Imperadores Constâncio e Auxêncio. Escreveu também explicando as doutrinas e compôs os primeiros hinos cantados e recitados pelos fiéis.

Faleceu em 367, passando a ser venerado como santo logo após seu último suspiro. Uma conhecida frase sua mostra bem a coragem e a valentia com que viveu e atuou, enfrentando hereges e poderosos: "Enganam-se os que acreditam que me farão calar. Falarei pelos escritos e a palavra de Deus, que ninguém pode acorrentar, voará livre".


  • visitas 41