Olá, Paz e Bem!

Me chamo Heloisa Conceição Nogueira de Freitas , tenho 17 anos e sou natural do centro da cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro (BR). Nasci dia 20 de agosto de 2000, como a do meio de três irmãos, dos quais minha mãe criou-nos humildemente com o amor e cuidado de uma leoa com a ajuda de meus avós maternos, sem a presença efetiva de meu pai.

Concluí todos os meus estudos até o fim do ginásio no Instituto Gov. Roberto Silveira, e atualmente estou cursando o 2 ano do ensino médio no Colégio Pedro II, Campus Duque de Caxias.

Esse ano, fui entronizada no Aspirantando, na Congregação das irmãs Franciscanas de Dillingen, em 30 de janeiro. No fim de 2015, em um encontro vocacional da minha atual congregação, havia despertado o interesse a vida Religiosa, porém o acompanhamento vocacional mais detalhado se iniciou a partir de setembro de 2017, quando eu comecei a ser convidada a conhecer a Casa de Formação Santa Elisabeth, em Parque Analândia (São João de Meriti) - onde moro atualmente - e participar de alguns encontros e retiros aos fins de semana.

Sobre minha vida na Igreja: minha família possui pouca tradição católica, mas, minha mãe depois de constituir nossa família, sentiu necessidade de criar os filhos sob o olhar do Sagrado, em contato com alguma religião e ideais de vida. Assim, começamos a frequentar a Catedral de Santo Antônio, no centro comercial de Duque de Caxias ainda bebês, e lá fizemos todo o processo de catequese e vivência com os irmãos da comunidade, e também ministrações na Santa Missa, que eu cantava na Catedral sempre nos segundos domingos de manhã, junto com a Equipe da Iniciação Cristã, na qual minha mãe hoje é participante e catequista. Eu fui primeiramente iniciada num grupinho de canto que acontecia após o horário de catequese, pela querida irmã Leonarda. Com ela quem aprendi algumas noções da pauta musical e me apaixonei pelo Canto Popular e Lírico. Na catedral também, foi onde conheci de perto o carisma Franciscano pela OFS, que na época fundou a JuFra, na qual serei jufrista no meu coração eternamente, pois amei o carisma missionário e extremamente fraterno com os irmãos e as Criaturas. Sinto saudades de lá, minha segunda casa! Tantas histórias...

Aos 15 anos, fui convidada pelo meu pároco a cursar o CELMU (Curso Ecumênico de Liturgia e Música) na cidade de São Paulo, dez dias por ano, sendo três anos de curso. Foi nesse momento da minha vida que aflorei todo o meu amor pela Regência Coral e orquestras. E também pude ter contato no curso com muitos irmãos seminaristas, vocacionados, padres, freiras liturgistas, grandes musicistas e amigos que enriqueceram minha vida vocacional e maturidade em geral.

Enfim, termino dizendo que a vida Religiosa para mim é um compromisso sincero e Esponsal com Jesus à exemplo de São Francisco e Santa Clara de Assis. E que estou disposta e aspirante para essa linda jornada, abrindo mão dos meus projetos para me submeter aos projetos de Jesus.

"O que eu quero é germinar! ”!


  • visitas 98