Santa Felicidade e Santa Verônica De Giuliani

Santa Felicidade e Santa Verônica De GiulianiNão há muitas informações sobre a vida anterior ao martírio de Felicidade e seus sete filhos. É certo que viveram nos tempos do imperador Antonino e que foram presos e mortos conjuntamente.

Há dúvidas, inclusive, de que os sete fossem realmente irmãos e filhos da mulher presa e morta em sua companhia. Mas é o que consta das "Atas" desse martírio coletivo.

Esse não seria o único caso de uma mãe que recebeu a pena capital juntamente com os filhos. Há também, por exemplo, o caso dos "Irmãos Macabeus", de que fala a sagrada escritura no capítulo sete do segundo livro dos macabeus.

Além do mais, quanto à nossa santa de hoje, o próprio São Gregório Magno teria encontrado uma gravura mural que representava esta mãe, de nome Felicidade, rodeada por sete figuras. Nas "Atas" ficam-se sabendo os nomes e a forma de martírio de cada um, chamados de "Os sete irmãos mártires". São eles Januário, Félix, Filipe, Silvano, Alexandre, Vidal e Marcial.

Januário, após ser açoitado com varas e ter padecido no cárcere, foi morto com flagelos chumbados. Félix e Filipe foram espancados e mortos a cacetadas. Silvano foi jogado num precipício. Alexandre, Vidal e Marcial foram decapitados.

O motivo de todos esse flagelos foi terem-se recusado a renegar o Cristo.

Santa Verônica De GiulianiVerônica, anteriormente chamada Úrsula, nasceu no ano de 1660 em Mercatelli na Itália, entrando em 1677 no mosteiro das Irmãs Capuchinhas de Tiferni na cidade de Castello. Entregue à prática da mortificação e à contemplação dos mistérios divinos, procurou fazer-se conforme Cristo Crucificado, merecendo ser ornada por Ele com os sagados Estigmas e outros sinais da Paixão. Cumulada em vida de virtudes e graças místicas, terminou seus dias com morte preciosa em 1727.


  • visitas 27