Minha Missão Em Nova Friburgo, RJ

 

Vindo morar em Nova Friburgo em marco de 2022, bem insatisfeita com esta transferência, eu me perguntava: o que irei fazer por lá?
Mas Deus foi muito bom para comigo e, logo no início se abriu para mim um vasto campo de missão na área social.
O meu primeiro trabalho foi e é continuar a apoiar a Humedica Brasil, na qual já atuo há 29 anos como membro da direção juntamente com o fundador senhor Wolfgang Gross.

irma Beatriz2

   Mas agora que resido aqui em N. Friburgo, cidade sede da Humedica Brasil, assumi um trabalho voluntário como psicoterapeuta: dois dias por semana presto assistência às crianças e pais do “Day Care Center”. Aqui acolhemos diariamente, em dois turnos, 130 crianças e jovens da região que vivem em situação de vulnerabilidade social... Meio turno eles frequentam a Escola e meio turno a Humedica. Brasil, onde temos Capoeira, Tratamento Odontológico, Reforço Escolar, Música, Formação Humana,Esporte, Inglês, Informática, Psicoterapia, etc.

irma Beatriz3irma Beatriz4irma Beatriz5

irma Beatriz6

E continuo ainda meu trabalho como membro da diretoria da Humedica Brasil,

que tem atualmente como diretor o senhor, André Luiz Barros, ex-aluno do nosso Colégio Santo Antônio.

 

 

 

 

 

 

 

irma Beatriz7

A Humedica Brasil tem os mesmos objetivos gerais que a matriz alemã. Assim sendo é uma entidade baseada em normas e princípios cristãos e humanitários com a finalidade de atender vítimas de estruturas econômicas e sociais injustas como também atender pessoas e comunidades atingidas por todo tipo de catástrofes, independente de religião, raça, orientação sexual, etc.

 

 

 

 

 

irma Beatriz8

Meu outro campo de ação é a Associação ”Bodas de Caná” – centro de recuperação de dependentes químicos. É uma organização Católica masculina que, só aceita homens que realmente buscam a superação dos vícios por iniciativa pessoal. O objetivo é ajuda-los a se recuperar através da vivência comunitária, do trabalho, do cuidado da própria casa, da oração, da psicoterapia e do cultivo da espiritualidade.

 

 

 

 

 

irma Beatriz9irma Beatriz10

Aqui dou assistência dois dias por semana. As vezes dou palestras de formação para eles, mas minha ocupação maior são as psicoterapias individuais.

Devido a minha ‘idade de avó’ tenho, por parte dos rapazes, uma natural aceitação e confiança, o que facilita muito as psicoterapias e o bom resultados das mesmas.

 Nas sextas-feiras pela manhã, dou assistência aos funcionários da “Casa dos Pobres” das Irmãs de Caridade, que há 90 anos acolhem pessoas com deficiência de todo tipo e também pessoas idosas.

Assim o serviço dos funcionários que ali trabalham é árduo e exigente, cobrando deles muita paciência e doação. Como todos nós temos nossa dose de cansaço e stress, as pessoas que lidam com idosos e pessoas portadoras de deficiências; lidam diariamente com seres humanos fragilizadas e doentes. Desta forma eles também precisam de apoio e acompanhamento para poderem exercer, com maior eficiência e paciência as funções que exercem.
A partir desta necessidade foi que, em março do ano passado, a Irmã Adriana responsável pela Casa dos Pobres me perguntou se eu lhes poderia dar uma ajuda neste sentido. E eu, dentro de minhas possibilidades, assumi com alegria e satisfação este compromisso semanal.

 

irma Beatriz11

Meu quarto campo de missão é ajudar na formação humana e espiritual dos “Formandos dos Joseleitos de Cristo”, o que venho fazendo desde abril de 2022, todas as sextas-feiras à tarde.

Nos nossos encontros trabalhamos os seguintes temas: autoconhecimento, temperamento, caráter, personalidade, superação, autoestima, Espiritualidade discernimento vocacional, vivencia comunitária, etc.

Imensamente agradecida pela oportunidade de poder apoiar e acolher os prediletos de Jesus Cristo, pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social; e grata pelos dons que Deus me deu e pela formação que a Congregação me proporcionou,saúdo a cada uma das Irmãs, em louvor de Cristo Jesus! Amém!

 

 

 

 

Nova Friburgo RJ, 09 de julho de 2023

Ir. Beatriz Semiano, osf

 

 

 


  • visitas 79