São Francisco De Borgia e São Daniel

São Francisco De Borgia e São DanielPríncipe da Espanha, confidente do imperador Carlos V, marquês e vice-rei da Catalunha. Mesmo com todos estes títulos terrenos de destaque, cada um atraindo mais popularidade que o outro, Francisco de Borgia ficou guardado no coração do povo por sua santidade.

Afortunadamente, era antes de tudo sobrinho do rei católico Fernando II, de Aragão e Castela e também sobrinho do papa Alexandre VI, o que lhe garantiu uma educação esmerada, dentro dos princípios cristãos.

São Francisco de Borgia nasceu em Gáudia, Valença, em 1510. Ao contrário dos Borgia de Roma, nada castos e mesmo vivendo entre o luxo e as seduções da corte, Francisco se manteve sempre firme na busca de diversões sadias e de estudo compenetrado e sério.

Não gostava do jogo, ao contrário da maioria dos seus contemporâneos. Cresceu entre livros, mas abominava os fúteis. Preferia livros cultos, principalmente os de cunho religioso. Esta mesma educação foi repassada aos oito filhos.

Tinha dezenove anos quando se casou e, aos vinte, recebeu o título de marquês. Mesmo com o acúmulo das atribuições políticas e administrativas, foi pai dedicado e atencioso, levando sempre a família a freqüentar os sacramentos e a unir-se na oração.

O mesmo tino bondoso e correto utilizou para cuidar do seu povo, quando se tornou vice-rei da Catalunha. Ao que consta, sua administração foi justa e leal. Os funcionários o consideravam um pai e todos tinham acesso livre ao palácio.

Entretanto, ao perder simultaneamente o pai e a esposa que amava, decidiu não haver mais empecilhos para se entregar de vez à religião. Passou a administração ao filho, fez votos de pobreza, castidade e obediência e entrou oficialmente para a Companhia de Jesus, recém-fundada por Santo Inácio de Loyola.

Meses depois, o papa quis torná-lo cardeal, mas ele recusou. Porém, logo se tornou superior geral da companhia, cargo que ocupou até a morte, em 1572.

Deixou como legado, além do exemplo de santidade, vários escritos sobre a espiritualidade. Fundou o primeiro colégio jesuíta na Europa, outro em sua terra natal, Gáudia, e mais vinte espalhados por toda a Espanha.

Foi beatificado em 1624 e canonizado em 1671.

São DanielNo ano de 1227, tomaram o caminho de Marrocos, para ali pregarem o Evangelho, sete Frades Menores sob direção de Daniel, oriundo da Calábria. Chegados a Ceuta, pregaram a fé cristã, primeiro aos comerciantes italianos, e depois, também aos muçulmanos, percorrendo as ruas da cidade. Presos pelos inimigos, como se recusassem a renegar a fé, foram condenados à morte. Varões tementes a Deus recolheram seus restos mortais ultrajados e os sepultaram em Ceuta.


  • visitas 9