Santo Isidoro, O Lavrador

Santo Isidoro, O LavradorTão humilde foi aquele homem do campo, chamado Isidoro, que foi somente depois de sua morte, e com a devoção de todo o povo de sua cidade, que as autoridades religiosas começaram a reconhecer nele um valor inestimável: a devoção a Deus e ao cumprimento de seus mandamentos.

Isidoro nasceu em Madri, na Espanha, em 1081, filho de pais camponeses. Trabalhava como rendeiro no campo. Quando seus atos de fé começaram a se destacar, já era casado e pai de um filho.

Sua notoriedade começou quando foi acusado de ficar rezando pela manhã, na igreja, ao invés de trabalhar. Mas sua bondade era tanta que o patrão nada lhe fez.

Não era só na oração que Isidoro se destacava. Era tão solidário que dividia com os mais pobres tudo o que ganhava com seu trabalho, ficando apenas com o mínimo necessário para alimentar os seus.

Isidoro, esse trabalhador incansável, morreu pobre e desconhecido, sendo enterrado sem nenhuma distinção, em maio de 1170. Mas aí começou a devoção do povo.

Muitos milagres, oriundos da invocação do seu nome, são narrados pela tradição oral. Mesmo assim, somente quarenta anos depois é que seu corpo foi trasladado para uma igreja.

Somente em 1622 Santo Isidoro foi canonizado, juntamente com Santo Inácio de Loyola, São Francisco Xavier, Santa Teresa de Ávila e São Filipe Néri.

Hoje ele é invocado como protetor dos trabalhadores do campo, dos desempregados e dos índios.


  • visitas 23