São Pancrácio, São Nereu E Santo Aquiles

São Pancrácio, São Nereu E Santo AquilesAs catacumbas romanas atraem devotos e turistas de todo o mundo. Ali estão enterrados os santos dos primeiros anos do catolicismo. Entre eles, três mártires cujas existências, até anos atrás, eram dadas como fábula mas que depois foram comprovadas: Nereu, Aquiles e Pancrácio.

Mesmo assim, poucas informações temos a respeito deles. Há nas catacumbas inscrições sobre o martírio de cada um, checadas e respeitadas. De Nereu e Aquiles sabe-se que eram soldados romanos. Ao tornarem-se cristãos, abandonaram a milícia e abraçaram a fé.

Viviam na casa de Domitila, uma reconhecida matrona romana, cristã, e junto com ela foram deportados por não negarem sua fé. Acabaram todos decapitados no final do primeiro século. A igreja, em louvor a eles está erguida nas "Catacumbas de Domitila".

A respeito de São Pancrácio há mais notícias. Nasceu na Frísia, na Ásia Menor, filho de pais cristãos, nobres, ricos e amigos do imperador Diocleciano. Pagou com a vida por sua fidelidade a Cristo.

Órfão, ainda muito criança, foi morar com um tio chamado Dionísio. Com o seu apoio conseguiu estudar em Roma, indo morar na mesma casa onde fazia seu retiro o Papa Marcelino, que respeitava Pancrácio por sua modéstia, doçura e piedade.

Mas, como a perseguição de Diocleciano não dava tréguas a cristão nenhum, Pancrácio e Dionísio foram denunciados e levados a júri. Nosso santo tinha então apenas quinze anos de idade.

O tio foi imediatamente morto. Pancrácio ainda mereceu um trabalho maior do imperador. Afinal, estava na flor da idade e era filho de alguém que havia sido seu amigo. Diocleciano tentou fazer a cabeça de Pancrácio com promessas, astúcias e, finalmente, ameaças. Nada deu resultado.

Como o adolescente respondesse a tudo afirmando que não temia a morte, pois o levaria direto a Deus, o imperador perdeu a paciência e mandou logo cortar-lhe a cabeça.

Foi enterrado numa das estradas mais famosas de Roma, a via Aurélia, onde logo depois foi erguida uma igreja até hoje existente. Há muitas outras igrejas em louvor a São Pancrácio na Itália, França, Inglaterra e Espanha.


  • visitas 18