Santo Ubaldo

Santo UbaldoSanto Ubaldo é lembrado principalmente por ser pacificador. Era tão pacificador que, certa feita, atirou-se contra grupos antagônicos que brigavam no centro de Gúbio, na Úmbria, quando esta era uma pequena cidade medieval.

Somente ao ver seu amado bispo no chão, ferido depois de colocar-se entre os adversários que se agrediam, é que o povo percebeu a violência praticada e a luta cessou.

Ubaldo nasceu de nobre família alemã em 1085, mas ficou órfão ainda muito criança. Foi criado por um tio. Aos quinze anos de idade, resolveu que seria monge ermitão, longe do burburinho da cidade.

Seu tio não permitiu, mas concedeu que ele se juntasse aos Cônegos de São Segundo. Ali ficou Ubaldo, até ser chamado pelo bispo João, que o ordenou sacerdote em 1114 e o teve como auxiliar incansável na reforma eclesiástica.

À frente de sua paróquia, a de São Mariano, Ubaldo teve atuação tão exemplar que foi nomeado bispo de Gúbio, pelo Papa Honório II, que o consagrou pessoalmente.

Além de ganhar a confiança do povo quase de imediato, por causa da defesa intransigente dos fracos e dos oprimidos pelos senhores feudais, Ubaldo passou a ser considerado herói por ter evitado a invasão da cidade pelo terrível Frederico Barba-Roxa, em 1155. Para isso usou suas armas mais eficazes: persuasão, caridade e doçura.

Santo Ubaldo morreu em 1160, tendo sido proclamado padroeiro de Gúbio imediatamente após o falecimento, o que apressou sua canonização, ocorrida pouco mais de trinta anos depois, em 1192.


  • visitas 31